Duas Caras



Biografia de Duas Caras
 
Hermínio Chissano também conhecido por Duas Caras é um rapper moçambicano nascido em 1978 no bairro do Aeroporto,
na periferia da cidade Maputo, onde começou a dropar nos meados dos
anos 90. Na adolescência apaixonou-se pelo Rap, tendo o americano Jay-Z como ídolo.[


Enquanto jovem, sempre sereno e introvertido, decidiu desabafar e
expressar-se criativa-mente através do rap. Começou em 1997 e com Denny OG, Dj Damost, Stuped Man e N´Star formou o agrupamento “Tropas do Futuro”. Depois que o grupo se desintegrou formou a Gpro com Djo e Cem Paus (ex-Stuped Man).
Em 2003, o agrupamento lançou de forma independente o álbum “Um passo
em frente”, no qual Duas Caras mostrou uma linha de RAP consciente e
educativa que muitos não conheciam. Com rimas elaboradas cheias de
metáforas refinadas e duplos sentidos, “Um passo em frente” trouxe para o
Hip Hop Moz um liricista de nobre distinção.


Depois de dois anos a percorrer o país do Rovuma ao Maputo, a cantar em recintos super lotados de jovens ávidos de ver de perto os rapazes do “País da Marrabenta”, de aclamações nacionais e internacionais, Duas Caras interrompe a sua ligação à GPRO(Fam).

Foram vários os motivos que levaram a cisão entre Duas Caras e a GPRO,
mas quem na verdade sofreu com essa ruptura foram os fãs  do grupo (e
do artista) e o Hip Hop moçambicano. Meses volvidos, Duas Caras junta-se
ao projecto Extaka Zero onde adopta a alcunha de Xkopeta. Com N´Star e Jay Pee lança o álbum “Do Rovuma ao Maputo”, uma fusão de ritmos (vulgo pandza/dzukuta em Moçambique) com rap.


O CD é um sucesso (de vendas e espectáculos), porém, o Tio Duas
“perdeu” alguma admiração por parte de alguns dos seus admiradores que o
acusavam de ter traído o rap.


Em 2006 é anunciado o seu regresso a GPRO para satisfação dos fãs, e o som de regresso “De volta a casa”, é cantado e entoado em todos os circuitos de rap.

Envolto em alguma polémica, lança “Sujo Sujo”, uma resposta a aqueles
que o chamavam de traidor da camisola que sempre vestiu. Seguiram-se “Cú Gordo”, “Dzukupandza” ,“1º freestyle do ano” e “Presidência Aberta”, este último concebido para o projecto Gpro Mixtape.


Duas Caras abandonou a Gpro mais uma vez, tendo lançado um single de forma independente nesse período, mas voltou pouco depois, onde volta a ser o principal artista ao lado do Trez Agah

Em 2015 laçou o single “Dinda” ao lado do cantor Twenty Fingers